FÁBRICA DE MUSICAIS - ANO II e

VIA PRESS COMUNICAÇÃO

apresentam:

Um espetáculo de

DANIEL ARCADES e THIAGO ROMERO

logo-pages

SAIBA +

RELEASE DO PROJETO

NAU é um projeto aprovado no edital Fábrica de Musicais da Fundação Gregório de Mattos que além da montagem do musical homônimo, traz um universo de atividades de formação, interação e debate acerca do teatro musical e agora, sobre como fazer teatro nestes novos tempos que se mostram híbridos a partir de um contexto pandêmico. A proposta tem a realização da Via Press Comunicação, com direção artística de Daniel Arcades e Thiago Romero e direção de produção de Paula Hazin.

Nossa barca aportou no Teatro em janeiro já com a temporada do espetáculo REBOLA (vencedor do prêmio Braskem de Teatro de 2017). Estreamos com um espetáculo que repetiu seu sucesso de público lotando as cadeiras do teatro, logo depois seguimos para uma semana de imersão com o objetivo de selecionar o elenco do espetáculo que será montado. Contamos com quase 300 inscrições e, de lá, 15 atores e atrizes foram delegados a função de contar com seus corpos a história de frequências que se negam a voltar como humanos para o país por conta de toda a situação atual e todo o histórico de opressão presente no território. Na história, com o objetivo de entender melhor como está a população, a Legião de frequências passa por cidades como Salvador, Rio de Janeiro e Brasília.

Em março, demos uma pausa por conta da pandemia, mas realizamos duas edições online das Noites navegantes, um evento para conversarmos com artistas sobre temas que perpassam a narrativa do trabalho.

Agora, estamos descobrindo um novo mundo e você vai descobrir com a gente.

Estamos revisitando a nossa jornada e a nossa lógica do corpo presente.

Estamos desafiando a nossa noção de presença e ampliando os horizontes.

Somos carne e frequência. Somos presencial e virtual. Somos energia e matéria.

Estamos re – existindo. Só estamos porque continuamos a fazer.

Nosso palco se amplia e ganha poltronas e telas que se juntam a este espaço que ocupamos hoje e contamos com vocês para aos poucos, descobrir que teatro é esse. Senhoras e senhores, o tablado se amplia e agora é feito de madeira maciça, luz quente e fria e fibra ótica. Nosso alcance se multiplica e marca presença em uma nuvem cada vez mais cheia, mais engarrafada e mais solicitada.

Por isso, Nau, o nosso musical, se arrisca a abrir o processo desta descoberta. O projeto ganha este portal para que você acompanhe tudo e nos ajude a entender como será a nossa obra teatral. Aqui, ao longo dos próximos meses teremos oficinas com grandes nomes de várias áreas do teatro nacional como Luiz Carlos Vasconcelos, Ana Paula Bouzas, Luis Miranda, Moacyr Gramacho, Fause Haten, entre outros; teremos noites navegantes e conversaremos sobre temas importantes acerca da formação do povo brasileiro pelo olhar de grupos pouco valorizados pela história oficial e apresentaremos nossa sala de ideias, um espaço para trocar com você e caminharmos juntos na elaboração deste trabalho. Vamos navegar?